Empresas que recebem orientação profissional atingem maiores margens de lucro

Empresas que receberam a ajuda do Sebrae no ano de 2016, tiveram um crescimento médio em suas margens de lucro. Do total de empresas que receberam algum tipo de orientação do Sebrae em 2016, 5% obtiveram margens de lucro de 50%. Esses dados foram levantados por uma pesquisa sobre o AOE – Agente de Orientação Empresarial em 2016. Os melhores resultados constatados foram junto aos empresários participantes do MEI – Microempreendedor Individual, que receberam de perto o acompanhamento do AOE.

Um diagnóstico da gestão praticada nas empresas é realizado pelo AOE através do Negócio a Negócio, procurando enxergar soluções que poderão melhorar o negócio em todos os aspectos ligados à gestão básica. O acompanhamento segue uma agenda de segunda visita para cada empresa visitada, buscando verificar se as instruções recomendadas estão sendo seguidas de forma correta.

“Isso mostra a importância da orientação e do planejamento na vida do empreendedor. Ao ser aconselhado pelo Sebrae no que é preciso aprimorar, o empresário consegue andar sozinho, mesmo durante a crise econômica, quando muitos fecham as portas. Notamos que o lucro foi ainda maior nas empresas que receberam mais visitas dos agentes, o que influenciou também a oferta de produtos e serviços”, explica Heloisa Menezes, diretora técnica do Sebrae.

A opinião dos entrevistados é que esse contato mediante a consultoria exercida pelo Sebrae, ajudou a aumentar a qualidade da produção e o volume de vendas. Em média, 50% dos empresários entrevistado pela pesquisa conseguiram aumentar a oferta de seus produtos e serviços, com mais qualidade e maiores lucros obtidos.

As constantes parcerias exercidas pelo Sebrae em prol do desenvolvimento do empreendedorismo no país, proporcionam constantemente dados positivos para os empresários de todas as esferas. O foco do Sebrae está em micro e pequenas empresas, possibilitando a ajuda constante para esses pequenos empresários no que diz respeito à gestão e processos específicos aos produtos e serviços oferecidos.

Este ano o Sebrae completa 45 anos e até aqui já ajudou muitas empresas em todo o país. O ganho disso é para a economia, onde 27% do PIB e constituído a partir da receita gerada de micro e pequenas empresas. Este ano, foram as micro e pequenas empresas as maiores geradoras de vagas de emprego no país.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *