Galeria física e virtual teve um faturamento de 21 milhões em 2016

Nem sempre o negócio da família está ligado ao perfil profissional de uma pessoa, um exemplo disso é o sobrinho do Abílio Diniz (ex-dono do Grupo Pão de Açúcar). André Diniz, 44 anos, preferiu investir em uma trajetória profissional diferente da tradição familiar.

Com a opção de trabalhar nas concessionárias do pai, André tomou a decisão de criar sua própria empresa. Em 2009 investiu no ramo das artes e fundou a Urban Arts, uma galeria que vende peças de arte pela internet.

A proposta da empresa é simples, quando um artista se cadastra no site, a sua obra de arte em um arquivo passará por uma curadoria composta de duas pessoas. Caso a obra tenha aprovação, fica disponível no site para venda. São mais de 40 mil obras de 4.000 artistas ativos. No ano passado, a empresa faturou R$ 21 milhões, não foram revelados o lucro e o investimento.

Os artistas independentes e menos conhecidos têm a chance de ter uma galeria para vender a sua arte. Com o espaço disponibilizado o empresário Diniz tem o objetivo de incentivar e divulgar o trabalho dos artistas. A empresa conta com a parceria do sócio Gustavo Guedes, 47.

Os quadros têm um limite de 250 unidades, a impressão é realizada em papel fotográfico ou um tecido canvas (material que simula uma tela de pintura a mão). Nas opções de compras existem almofadas, pôsteres para a parede, sketchbooks (cadernos de rascunho) e capas para celular.

Em São Paulo a Urban Arts possui duas galerias e 16 franqueadas pelo Brasil. O investimento inicial da empresa é de R$ 230 mil, incluindo taxa de franquia e capital de giro, o faturamento médio mensal é R$ 110 mil, o lucro médio mensal varia de 10% a 15%, o retorno do investimento é em torno de 18 e 36 meses.

O site da empresa recebe aproximadamente 3000 novas artes por mês, a aprovação das obras tem uma margem de 50%. O preço dos quadros estão entre R$ 99 e R$ 2.500,00. Os preços variam de acordo com o tamanho, quanto maior o quadro maior o valor, outro aspecto que influencia no preço é o acabamento da obra. O valor que o artista ganha com as vendas chegam a 10% na galeria física e 20% na virtual.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *