Olympikus volta para a liderança do mercado, sem liquidações dos seus produtos

Neste ano a empresa de calçados Olympikus voltou a liderar o mercado, tirando esse posto da sua concorrente Nike, aqui no Brasil. A Olympikus desde 2011 estava em segunda posição, e conseguiu chegar ao topo das vendas sem realizar nenhuma liquidação dos seus produtos.

Essa situação toda ocorreu depois que a sua empresa reguladora,  a Vulcabras Azaleia,  depois de três anos de renovação, agilizou a fabricação e passou a fazer parte do

Novo Mercado BM&FBovespa. Depois de passar por uma reestruturação, ela consegue fornecer o seu produto em até 45 dias, sem provisão sobressalente para os estabelecimentos.

Segundo Pedro Bartelle, CEO da empresa, o diferencial competitivo da marca é a agilidade na entrega. As lojas precisam apenas repor os tamanhos e as cores dos modelos, em seu estoque.

Os grandes eventos que aconteceram no país, a Copa do Mundo e depois os Jogos Olímpicos, afetaram a marca de maneira negativa. Os tênis da Olympikus que são vendidos em média por R$ 200, ficaram para trás depois que diversas marcas internacionais entraram no país, procurando se beneficiar ao máximo com esses grandes eventos. Mas no momento, quando o foco desses eventos esportivos está em outros países, as importações feitas pela Adidas e pela Nike estão mais caras, o acaba diminuindo o favoritismo delas no mercado nacional.

A empresa reguladora da Olympikus não consegue ter preços competitivos no exterior, porque os salários pagos na Ásia são um terço dos salários pagos aqui no país. Mas a rapidez na entrega e os custos mais reduzidos em relação às negociações feitas aqui no Brasil, que possui impostos altos, acaba estimulando as vendas da Olympikus.

O CEO da empresa, que é ex-piloto de corridas, falou que a Olympikus está pronta para crescer ainda mais, principalmente depois de apresentar um aumento significativo dos seus lucros no terceiro trimestre desse ano. A empresa ainda pode conquistar um aumento nos negócios realizados no continente latino-americano, já que a Vulcabras está com boas expectativas para a volta de uma popular marca de calçados femininos, com valores acessíveis e solado bem prático, com o conforto de um tênis.

Segundo Bartelle, estão sendo lançadas anualmente oito coleções no Brasil, seguindo o ritmo acelerado do mercado brasileiro, demonstrando que a Azaleia foi totalmente renovada e ficou ainda mais atual.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *